25/04/2024 às 17h01min - Atualizada em 26/04/2024 às 00h01min

Com Wellington Nogueira, Doutores da Alegria propõe o bem-estar e a saúde mental no ambiente corporativo

Novo formato de palestra da organização reúne seu fundador e o ator Angelo Brandini, de longa trajetória no elenco de besteirologistas de São Paulo

LN Textos
Divulgação


“É Possível Viver A Experiência da Alegria No Trabalho” ? A pergunta é o ponto de partida da nova palestra corporativa da associação Doutores da Alegria, idealizada especificamente para sua atuação junto ao setor.

A organização completa 33 anos de atividade em 2024 e realiza este tipo de ação em empresas desde 1996, tendo já visitado mais de 1,5 mil empresas e contemplado cerca de 600 mil pessoas em seu ambiente de trabalho.

O novo formato de apresentação reúne os atores Wellington Nogueira, fundador da organização, e Angelo Brandini, também autor e diretor, que integra o grupo desde 1994.

Caracterizada como palhaços especializados em besteirologia – a especialidade dos Doutores da Alegria -  a dupla apresenta um conteúdo voltado especialmente para empresas dispostas a discutir as mudanças sociais, governamentais e do meio ambiente junto a seus colaboradores, com foco no bem-estar na saúde mental.

A palestra destaca a importância da alegria como potencializadora das relações humanas, a partir da experiência vivida por crianças, adolescentes, equipe médica e acompanhantes no encontro com os palhaços e palhaças nos hospitais. “Nossa atuação transformou o espaço do hospital e a partir desta atuação também impactou outros públicos. Somos influenciadores deste movimento de humanização”, comenta Wellington Nogueira.

Ao levar esta realidade para outros ambientes, como o corporativo, Doutores da Alegria busca integrar a ludicidade ao dia a dia, estimulando a criatividade, a superação, a comunicação e a transformação das pessoas a partir do encontro.

“Reforçamos conceitos que são importantes para o nosso trabalho, mas também para pessoas em uma corporação: ouvir o outro, mesmo que ele não verbalize, para suprir sua necessidade; descobrir coisas novas no dia a dia, ainda que elas não mudem tanto; e olhar para a realidade de uma forma diferente, inspirada pelo olhar do palhaço, mas lembrando da criança que todos nós já formos um dia”, complementa Angelo Brandini.

Humanização do ambiente de trabalho - Frente às necessidades das empresas em atender as práticas do ESG (governança ambiental, social e corporativa), Doutores da Alegria cumpre também a premissa de contribuir com as empresas que desejam colocar em prática as estratégias sociais do índice global.

A partir da interatividade e do humor, as empresas têm a opção de direcionar a apresentação para públicos e espaços diversos. Da mesma forma, a organização está apta a elaborar outras formas de abordagem adaptadas ao segmento de atuação da empresa e demais necessidades.

Todos os recursos obtidos com as palestras são revertidos para o fortalecimento da atuação de Doutores da Alegria nas áreas de saúde, cultura e assistência social.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: [email protected].
 
Doutores da Alegria

Doutores da Alegria é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que propõe a arte como mínimo social, ou seja, como uma das necessidades básicas para o desenvolvimento digno do ser humano, assim como alimentação, saúde, moradia e educação.

O grupo introduziu a arte do palhaço no universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos.
 
Atualmente, desenvolve o Programa de Palhaços em oito hospitais de São Paulo, cinco no Recife (PE) e um no Rio de Janeiro (RJ). Também no estado fluminense realiza o projeto Plateias Hospitalares, mantém uma programação artística permanente e diversa em sete hospitais.

A Escola Doutores da Alegria traz formações diversas para o público em geral e para artistas e, entre suas iniciativas, se destaca o Programa de Formação de Palhaço para Jovens (PFPJ).
 
Como ajudar na manutenção da associação Doutores da Alegria?

O trabalho da associação Doutores da Alegria, gratuito para os hospitais, é mantido por doações de empresas e de pessoas físicas, tanto por recursos próprios quanto por recursos advindos por meio das leis de incentivo fiscal.

Os recursos das contribuições permitem a continuidade e a expansão das atividades e da estrutura do grupo, a realização de atividades de formação, oficinas e o aprimoramento técnico dos artistas.
Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!