17/06/2024 às 11h08min - Atualizada em 19/06/2024 às 00h03min

Fim dos cookies de terceiros adiado para 2025: uma oportunidade de dados de primeira parte para o Brasil

Executivo da Criteo considera tempo adicional vantajoso para mais testes dentro do Privacy Sandbox

Sherlock Communications
Pexels


Enquanto a descontinuação dos cookies de terceiros pelo Google foi adiada para 2025, um futuro focado na publicidade orientada à privacidade ainda está no horizonte. Esses cookies, que foram a espinha dorsal da publicidade personalizada, estão sendo eliminados, colocando um desafio para os profissionais de marketing ao perderem acesso a dados granulares dos usuários.

"O adiamento oferece uma janela de oportunidade", diz Tiago Cardoso, Managing Director da Criteo para a América Latina. "As empresas brasileiras devem agir agora para aproveitar seus dados primários e se preparar para um futuro sem cookies."

Conhecido por sua abordagem de "último minuto", o mercado brasileiro está bem posicionado para se beneficiar desse prazo estendido. A Criteo oferece uma suíte abrangente de soluções para ajudar as empresas a navegar no cenário sem cookies, capacitando-as a capitalizar o poder dos dados primários.

O tempo adicional permite mais testes dentro do Privacy Sandbox, uma coleção de iniciativas lideradas pelo Google, projetadas para estabelecer novos padrões para a publicidade personalizada. "O Privacy Sandbox não se trata apenas de validar funcionalidades", explica Cardoso. "É uma chance de moldar o futuro da performance da publicidade". Além disso, todos têm uma segunda chance de se preparar para outras abordagens, como preparar-se para aproveitar dados primários para addressability”.

Cardoso aborda uma pergunta comum: "A questão mais frequente que ouço é se o Privacy Sandbox funciona. No entanto, os resultados não devem ser o único foco. Mais anunciantes devem começar a testar o Privacy Sandbox para alcançar a significância estatística necessária para determinar efetivamente se as APIs são viáveis alternativas aos cookies de terceiros".

A Criteo está ativamente envolvida no teste de três principais APIs do Privacy Sandbox: Protected Audience, Topics e Attribution Reporting. Essas APIs visam preservar funcionalidades essenciais, como segmentação individual e medição de desempenho, mas com uma abordagem técnica diferente.

A estratégia de addressability da Criteo vai além de uma solução única. Ela oferece uma caixa de ferramentas diversificada que se integra perfeitamente, priorizando a escalabilidade e a interoperabilidade para um ecossistema mais eficiente. "A flexibilidade do cliente é fundamental. Oferecemos uma variedade de opções para garantir o sucesso na era sem cookies".

A IA desempenha um papel vital na abordagem da Criteo, impulsionando decisões inteligentes em todas as soluções de addressability. A empresa aproveita uma combinação de dados primários e sinais contextuais para oferecer resultados ótimos.

"O futuro sem cookies traz desafios, mas também imensas oportunidades", diz Cardoso. "A Criteo incentiva a olhar além do Privacy Sandbox. Os profissionais de marketing devem explorar abordagens alternativas, como e-mails criptografados (hashed e-mails), Retail Media, redes sociais. Ao se preparar meticulosamente para o futuro sem cookies, oferecemos uma estratégia de addressability dinâmica e multifacetada para nossos clientes. Este compromisso posiciona a Criteo e seus clientes na vanguarda de um cenário publicitário à prova de futuro".

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
PATRICIA SERENO ZYLBERMAN
[email protected]

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!