06/07/2023 às 18h29min - Atualizada em 07/07/2023 às 00h00min

Cristo Redentor, academia, bar secreto e estádio de futebol se tornam espaços para fechar negócio

Conhecida como “anywhere office”, tendência que nasceu nas grandes metrópoles do Exterior chega ao eixo Rio-São Paulo e ganha cada vez mais adeptos entre empresas que apostam em ambientes fora do circuito corporativo para promover conexões e networking

SALA DA NOTÍCIA Assessoria de Imprensa

Crédito: Felipe Gabriel Reis | Foto: Vinicius Cordoni e Denis Cerqueira na Bio Ritmo

São Paulo, julho de 2023 - Empreendedores brasileiros começam a aderir a uma tendência em alta nas rodas empresariais de grandes metrópoles do Exterior, como Londres e Cingapura Em vez de promover networking e, consequentemente, fechar negócios em ambientes tradicionais, como escritórios e restaurantes, empresários do País estão buscando locais que fujam do tradicional, promovam experiências descontraídas e inusitadas e propiciem conexões reais. O movimento, conhecido como “anywhere office”, emergiu no eixo Rio-São Paulo e já produziu eventos no Cristo Redentor e num bar secreto para sócios no badalado bairro dos Jardins, em São Paulo. por exemplo. 

Numa programação paralela ao Web Summit, maior evento de inovação e tecnologia do mundo, que teve sua primeira edição no Brasil neste mês, no Rio de Janeiro, o Grupo VCRP Brasil, fechou o Cristo Redentor para reunir líderes de grandes empresas, como João Manuel Freitas, COO da Travelex Bank, Rodrigo Cartacho, cofundador da Sympla, Daniel Scandian, CEO da MadeiraMadeira, Natasha De Caiado Castro, CEO da Wish International e Marcelo Serfaty, ex-presidente do BNDES e atual CEO da Liber Capital, entre outros,  nomes. Sob um  Cristo iluminado com as cores do grupo anfitrião e a atmosfera única do mais emblemático cartão-postal do Brasil, empresários, representantes de fundos de investimento e economistas debateram o ecossistema de tecnologia e inovação, se movimentaram em rodas de conversas e levaram na bagagem inúmeros cartões de visita e promessas de futuros negócios.


O Grupo VCRP também é responsável pelo VCRP Lounge, um espaço vip reservado para convidados no Estádio Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi). A proposta segue a mesma premissa. Reunir empresários, clientes e potenciais clientes e parceiros num ambiente desenvolto, que alia um bom jogo de futebol ao conforto de um camarote, com todos os serviços de um bom restaurante. “Nosso objetivo é criar conexões entre os mais diferentes representantes do mercado, reunir todos num ambiente descontraído e possibilitar a geração de negócios”, afirma  Vinicius Cordoni, CEO e fundador do grupo. 

Bar secreto ou loja de doces?

No coração dos Jardins, bairro nobre de São Paulo, fica um bar secreto e seleto, apenas para sócios e convidados, que se esconde sob uma fachada de loja de doces. O Sweet Secrets, auto-intitulado clube de membros e speakeasy, abriu as portas em 2012, em plena pandemia, na capital paulista, e vem se tornando palco de inúmeros contratos e investimentos firmados entre os mais diferentes tipos de empresas, tudo isso regado a gastronomia e mixologia de alto padrão, assinadas por nomes badalados e pocket shows de músicos renomados. Em menos de dois anos, mais de R$ 100 milhões já foram movimentados no local em apenas quatro deals - o que torna difícil mensurar o valor total, já que inúmeros outros acordos foram concretizados dentro da casa.

David Politanski, cofundador do clube e head LATAM do Google, explica que, desde a sua concepção, o Sweet Secrets tem o objetivo promover uma atmosfera propícia, também, a networking e negócios. “O Sweet Secrets possui a habilidade de surpreender e agradar os mais diferentes tipos de público. Mais do que isso, o local e todas as suas características conseguem se adequar a qualquer estilo de evento ou confraternização, transformando qualquer um deles em um momento memorável e, acima de tudo, exclusivo, já que tudo do que é visto lá dentro não é encontrado em nenhum outro lugar do Brasil ou do mundo”, afirma. 

Treinar e negociar

A Bio Ritmo, rede de academias de alto padrão, também é um case de sucesso de espaços extra business. Foi numa de suas unidades paulistanas, que o consultor de RH, Denis Cerqueira, fundador da Propus, contratou 30 profissionais para um cliente, enquanto tomava uma vitamina pós-treino. Na esteira da tendência atual de promover uma integração 360º para seus clientes, o grupo aposta em ambientes imersivos, que promovam socialização, conexões e senso de pertencimento. “As unidades da Bio Ritmo proporcionam um ambiente convidativo para se relacionar. Colecionamos histórias de clientes que fecharam negócios em meio a um treino de musculação, por exemplo”, diz Julia Michelin, gerente geral da Bio Ritmo. 



 


Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!