11/07/2023 às 16h43min - Atualizada em 14/07/2023 às 00h01min

Tempo seco causado pelo El Niño aumenta riscos de doenças respiratórias

Especialista destaca alguns cuidados a serem tomados com as mudanças climáticas provocadas pelo fenômeno meteorológico

Nicholas Montini Pereira

Divulgação
A chegada do El Niño - fenômeno meteorológico que causa o aquecimento das águas (e resulta no aumento do nível do mar) no Oceano Pacífico - ao Brasil, causará mudanças climáticas em todo o país, como o tempo mais seco e maiores temperaturas na região Centro Oeste.

Com o calor e os termômetros mais elevados que o habitual e a umidade do ar mais baixa, a incidência de problemas respiratórios aumenta consideravelmente. De acordo com o Ministério da Saúde, o período requer cuidados especiais, que valem principalmente para as pessoas que sofrem com doenças crônicas pulmonares e relacionadas ao coração. 


“Com a menor umidade, as membranas dos olhos, boca e nariz podem desidratar, propiciando a ação de agentes externos, como vírus e bactérias, ou até mesmo poluentes originados por queimadas ou incêndios. Algumas das principais doenças que podem surgir nesse contexto são as inflamações das vias respiratórias, como rinite, sinusite, pneumonia e asma”, comenta o coordenador do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera, Márcio Augusto Teixeira.

Segundo o professor, a preocupação é maior com as crianças e idosos. Pela fragilidade do organismo, existe uma chance maior de complicação. Por isso, o cuidado precisa ser redobrado e, ao sinal de mal-estar ou falta de ar, deve-se buscar atendimento profissional na unidade de saúde próxima a sua residência. 

O especialista explica que, em dias muito quentes, é importante beber uma quantidade maior de água, garantindo a hidratação, usar roupas leves e manter uma alimentação equilibrada. “Aumentar a ingestão de líquidos é essencial, e outra recomendação consiste em higienizar as narinas com soro fisiológico e manter a pele hidratada utilizando cremes, a fim de prevenir dermatites”, orienta.

O docente ainda destaca que, para as crianças e idosos, é importante evitar locais com aglomeração de pessoas e deixar os ambientes limpos e arejados. Segundo o especialista, o uso de umidificadores de ar é benéfico, mas deve ser por apenas curtos períodos, para que não haja proliferação de mofo no ambiente e lembrar de sempre manter a higiene do equipamento. 

Confira, a seguir, algumas dicas para aliviar os sintomas dos problemas respiratórios, em dias de temperaturas muito elevadas:
  • Aumente a hidratação, ingerindo mais água, suco natural e água de coco; 
  • Faça refeições leves com legumes, verduras, consuma frutas nos intervalos das refeições; 
  • Evite atividades físicas nas horas mais quentes do dia; 
  • A pele e os lábios também podem sofrer com a baixa umidade e a recomendação é o uso de hidratantes; 
  • Soro fisiológico ajuda na hidratação das vias áreas. Pingue algumas gotas no nariz para melhorar sua respiração, já em caso de ressecamento dos olhos você pode pingar gotas para hidratação.
Sobre a Anhanguera 
Fundada em 1994, a Anhanguera oferece educação de qualidade e conteúdo compatível com as necessidades do mercado de trabalho por meio de seus cursos de graduação, pós-graduação, cursos Livres, preparatórios, com destaque para o Intensivo OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); profissionalizantes, nas mais diversas áreas de atuação; EJA (Educação de Jovens e Adultos) e técnicos, presenciais ou a distância, visando o conceito lifelong learning, no qual proporciona acesso à educação em todas as fases da jornada do aluno. São mais de 15 mil profissionais e professores entre especialistas, mestre e doutores.
 
Além disso, a instituição presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola, na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas. A Anhanguera tem em seu DNA a preocupação em compartilhar conhecimentos com toda a sociedade a fim de impactar positivamente as comunidades ao entorno das instituições de ensino. Para isso, conta com o envolvimento de seus alunos e colaboradores a partir de competências alinhadas às práticas de aprendizagem e que contribuem para o desenvolvimento do País. 

Com grande penetração no Brasil, a Anhanguera está presente em todas as regiões com 106 unidades próprias e 1.398 polos em todos os estados brasileiros.  

Acesse o site e o blog para mais informações. 


Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!