22/07/2023 às 22h14min - Atualizada em 25/07/2023 às 00h00min

Comédia protagonizada por um dos ícones das artes cênicas brasileira chega a Uberlândia

O ator e diretor Elias Andreato é Walter, zelador de um condomínio colocado em xeque, em uma trama que surpreende o público com situações inusitadas

Cristiane Guimarães

Divulgação

O ator e diretor Elias Andreato é Walter, zelador de um condomínio colocado em xeque, em uma trama que surpreende o público com situações inusitadas

Você não pode perder a chance de desvendar o mistério de “O que faremos com Walter?”, comédia premiada, sucesso em São Paulo que estará em cartaz em Uberlândia nos dias 8, 9 e 10 de setembro, no Teatro Municipal, dentro da programação Uberlândia na Rota do Teatro.

A peça é motivada pelo humor ácido e inteligente de Juan José Campanella, vencedor do Oscar por O Segredo dos seus olhos. Junto com Emanuel Diez transformam uma situação corriqueira de uma reunião de condomínio numa comédia absoluta, onde algumas vezes o espectador ri para não chorar das situações, atitudes e palavras proferidas na reunião extraordinária para saber o que fazer com o funcionário sexagenário.

Os produtores Leonardo Miggiorin e Danny Olliveira entregaram para Jorge Farjalla a missão de dirigir o espetáculo. Na montagem, o cenário é uma espécie de mausoléu/portaria, impondo aos condôminos uma quase prisão, onde deverão discursar sobre seus posicionamentos discutidos, tendo que encarar o outro.

Quem vive Walter, o Zelador, é o ator Elias Andreato, que volta aos palcos depois de um longo período dedicando-se à escrita e direção. Para dar vida aos condôminos, ao Zelador e o surpreendente aparecimento de uma irmã, os produtores e o diretor, reuniram um elenco notável. Norma Blum, que tem 70 anos de carreira, Flávio Galvão (Tieta, Cambalacho, Força de Um Desejo, Império), Marcello Airoldi (Belíssima, Novo Mundo, Viver a Vida), Grace Gianoukas (Terça Insana, Haja Coração, Salve-se Quem puder, Grace em Revista, Dercy), Marianna Armellini (Ti Ti Ti, Vai que Cola, Salve-se Quem Puder), Fernando Vitor (No teatro Mary Stuart, Terremotos, Mãe Coragem) e Elias Andreato (A Grande Família e Beleza Pura).

Moradores do condomínio convocam uma reunião extraordinária para decidirem o que fazer com Walter, zelador do edifício há anos. O início, tudo é amenidade. A comicidade começa quando discussões sérias, referente aquele condomínio, são expostas, o que também induz o público à emoção.

Todo tipo de absurdos, que faz o público rir de situações constrangedoras, são expostas. Um fato inesperado acontece. A chegada da irmã gêmea do Zelador também é uma linha condutora da história. As discussões entre os personagens contem palavras com viés ideológico, apontam traições e atitudes diferentes entre as gerações.

O texto aborda a questão do idoso. Traz à tona um tema importante, o etarismo, de forma leve, mas, questionadora. E convida o público a refletir sobre a maneira que convive com seus idosos.

A comédia traz de forma irreverente, o cotidiano vivido por tantos condôminos. Uma reflexão sobre nossos comportamentos e, quem sabe, mudar a partir daí. Ou não. E uma pergunta que não quer calar: o que aqueles condôminos farão com Walter?

Ficha Técnica:
Autores: Juan José Campanella e Emanuel Diez
Tradução: Diogo Villa Maior
Direção e encenação: Jorge Farjalla
Assistente de direção: Leonardo Miggiorin
Elenco: Elias Andreato, Grace Gianoukas, Marcello Airoldi, Mariana Armellini, Fernando Vitor
Atores convidados: Norma Blum e Flávio Galvão
Alternante Norma Blum: Vivian Barabani
Coordenação de produção: Leonardo Miggiorin
Direção de produção: Danny Olliveira
Figurinos e adereços: Jorge Farjalla
Assistente de figurino: Igor Dib e Leonardo Miggiorin
Iluminação: César Pivetti
Operador de luz: Luiz Fernando
Cenário: Marco Lima
Cenotecnica: Casa Malagueta (Alício Silva, Giorgia Massetani, Igor B Gomes, Bruno Leandro, Mariana Maschietto, Dandhara shoyama, Hebrom Barbosa, Júlia Leandro, Demi Araújo, Julia Morinaga, Daniel Cantanhede, Helio Jr
Contra-regra: Hugo Peak
Trilha sonora original e produção musical: Daniel Maia Designer
Operador de som: Fernando
Fotografia: Caio Gallucci
Fotografia Leitura Auditório do Man: Abner Palmas
Filmagens e edições: Amílcar Neto e Lucas Lyrio
Identidade visual e Designer Gráfico: José Godoy
Visagismo: Dicko Lorenzo
Camareira: Silvia Lopes
Costureira: Juditi de Lima e equipe
Planejamento de comunicação: Danny Olliveira e Priscilla Coutto
Gestão de Midia e Marketing Cultural: Rodrigo Medeiros (R+Marketing)
Assistente de produção: Igor Dib
Assistente de produção (etapa 1): Ton Prado
Assessoria de imprensa: Morente Forte Comunicações
Produção executiva: Leonardo Miggiorin, Danny Olliveira, Priscilla Coutto e Igor Dib
Assessoria de prestação de contas: Jones
Contabilidade: Alberto Henrique Lemos – Contábil Business
Assessoria jurídica: Edmundo Pires
Administração: LM Produções Artísticas
Assistente de produção: Igor Dib e Amanda Mendes
Produtores: Leonardo Miggiorin e Danny Olliveira
Idealização: Danny Olliveira
Realização: LM Produções Artísticas e Pólen Cultural
Produção local: Carlos Guimarães e Maíra Pelizer
Assessoria de imprensa local: Cristiane Guimarães

Serviço
08, 09 e 10 de setembro
Sexta às 20h e sábado às 19h

Teatro Municipal de Uberlândia
Av. Rondon Pacheco, 7070
Informações: (34) 3235-1568

Vendas antecipadas:
site megabilheteria.com (24 horas e com taxa se conveniência)
Loja Inclusive Brechó, na avenida Cesário Alvim, 396 – Centro (aberta das 9 às 18 horas, de segunda a sexta e sábado das 9 às 14h, estacionamento conveniado ao lado)
Classificação:  12 anos
Duração: 100 minutos
Gênero: Comédia

 


Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!