13/09/2023 às 17h57min - Atualizada em 14/09/2023 às 00h00min

Além de fazer bem à saúde, leite de aveia conquista cada vez mais os consumidores pelo sabor e já é substituto comum ao leite de vaca

Veja por que o leite de aveia vem sendo adotado como parte de uma rotina saudável e ao mesmo tempo se destaca por ser amigo do meio ambiente ao utilizar menos água na sua produção

Divulgação
Naveia, referência em leite de aveia


Setembro de 2023 - Se tornou cada vez mais comum encontrar diversas alternativas de leites vegetais quando se vai às compras. As bases são diversas: aveia, arroz e soja são alguns dos exemplos mais regulares. Seja por ativismo animal, vontade de contribuir para a preservação do meio ambiente ou até mesmo por questões de saúde, essas opções não são mais secundárias, mas passaram a ser a escolha de boa parte dos consumidores. A opção do leite vegetal de aveia tem sido adotada de forma cada vez mais comum, principalmente por ser um substituto ao leite de vaca e conquistar o paladar das pessoas por sua textura semelhante e sabor naturalmente adocicado.

 

Além das preocupações de sustentabilidade, o crescente número de pessoas que seguem uma dieta vegana ajudou o leite de aveia a se tornar mais popular. De acordo com uma pesquisa da rede alemã de supermercados veganos Veganz, 2,6 milhões de pessoas declararam serem veganas em uma pesquisa de 2020. Isso representa o dobro do que foi registrado quatro anos antes. O aumento do número de pessoas com intolerância à lactose faz crescer as vendas de leite de aveia em alguns países. Pesquisas descobriram que entre 90% e 100% das pessoas do leste asiático têm problemas para consumir lactose, tornando os leites vegetais mais atraentes nesses mercados. 

 

As vendas de leites vegetais aumentaram significativamente nos últimos anos, mas o mercado de leite de aveia tem visto, de longe, o maior crescimento. Somente nos EUA, as vendas no varejo de leite de aveia aumentaram mais de 50%, para US 527,44 milhões em 2022 – indicando seu apelo em massa entre os consumidores. 

 

Seja para consumir puro, usar em receitas ou misturado com outros alimentos e bebidas,  o leite de aveia é mesmo  um produto que veio para ficar. Suas origens datam do início da década de 1990 por Rickard Öste, que foi quem inventou a bebida, mas ela começou a se popularizar mesmo com sua oferta nas cafeterias dos Estados Unidos e Reino Unido por volta de 2017. Os baristas ficaram encantados com o sabor neutro, a textura cremosa e a capacidade dela de criar mais espuma.

 

A bebida há muito tempo deixou de ser uma alternativa ao leite de vaca para ser uma substituta. Além de fazer bem à saúde, pode recriar o perfil sensorial do leite de vaca e desempenhar o mesmo papel que esse tem na rotina das pessoas, seja elas veganas ou não, intolerantes à lactose ou com APLV (Alergia à Proteína do Leite de Vaca). A aveia já ganhou, inclusive, variações de outros ingredientes que têm o vegetal como base. São eles manteiga, achocolatado, creme de avelã, creme de leite, leite condensado e até chantilly - itens apresentados por marcas como a Naveia, líder na categoria de produtos plant based feitos com aveia. 

 

Benefícios Nutricionais

 

O leite de aveia também vem ganhando destaque no segmento por entregar diversos benefícios nutricionais, podendo ser uma das melhores opções no quesito saudabilidade.  Para ser transformado em leite, o cereal é hidratado, batido e coado, formando um estrato que consegue preservar parte dos nutrientes da aveia e assim, é capaz de proporcionar aos consumidores os principais benefícios da aveia in natura.  Ele é rico em fibras (solúveis e insolúveis) que ajudam o organismo a eliminar gorduras que podem bloquear artérias – importante para quem quer diminuir o colesterol, melhorar a flora intestinal, auxiliar o fortalecimento do sistema imunológico e equilibrar os níveis de açúcar no sangue. O leite de aveia é também menos calórico do que a versão de origem animal, mais leve e menos indigesta, além de o cereal ter baixo custo, sendo uma opção mais econômica de produção em relação aos tipos de leite vegetal disponíveis no mercado, que possuem alto custo, como a soja e a castanha.


Amigo do meio ambiente

 

A aveia também é mais acessível por ser uma cultura perfeita para as condições climáticas do Brasil e ter seu manejo simplificado. Outro fator que fez o leite de aveia se popularizar é o fato de ser um dos de menor impacto no meio ambiente (sem mencionar a exploração animal, é claro), se comparado ao leite de vaca e sua matéria-prima e outras variações de leites vegetais. 

 

Um desses impactos é com relação ao uso da terra. O consumo de apenas um copo (200mL) de leite por dia ao longo de um único ano representa o uso de 652m2 de terra, mas se o leite for trocado por leite de aveia, esse número diminui para 36m2. Além disso, a aveia tem a capacidade de regenerar o solo, deixando um rastro positivo.

 

O uso da água - tão discutido, também é relevante e alguém que toma um copo por dia durante um ano está usando 45.733L de água (equivalente a 703 banhos de 8 minutos) nesse consumo, enquanto alguém que toma a mesma quantidade, mas de leite de aveia, consome cerca de 3.512L de água (equivalente a 54 banhos de 8 minutos).

 

A emissão dos gases de efeito estufa também é outro fator impactante ao meio ambiente e o consumo de leite de vaca é 3,5 vezes maior se comparada à do consumo de leite de aveia. Beber um copo de leite de vaca por dia emite 229kg CO2e por ano, mas beber a mesma quantidade de leite de aveia emite só 65kg CO2e no mesmo período. 


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!