18/09/2023 às 10h21min - Atualizada em 19/09/2023 às 00h03min

Desafio da Pecuária Responsável revela os 10 semifinalistas da segunda edição

Projetos de sustentabilidade para a pecuária leiteira e de corte representam seis estados brasileiros; vencedor ganhará R$ 15 mil

Fernanda de Souza Martins
Crédito - Divulgação


A Phibro Saúde Animal anuncia os 10 semifinalistas da segunda edição do Desafio da Pecuária Responsável. A iniciativa premia com R$ 15 mil a melhor proposta de prática de sustentabilidade para a pecuária de corte ou de leite. Dos selecionados – quatro mulheres e seis homens –, três são de São Paulo, dois de Minas Gerais, dois do Tocantins, um do Mato Grosso, um do Paraná e um do Rio Grande do Sul. O desafio consiste na elaboração, pelos participantes, de ideias executáveis e aplicáveis, que tenham as pessoas como motor de transformação. 
"Nesta edição, que tem a diversidade de gênero como destaque, todos os projetos apresentaram muita qualidade e foi difícil selecionar apenas 10 iniciativas. Temos certeza de que cada ideia possui grande potencial para melhorar o setor produtivo. Esse é um objetivo do Desafio, assim como fomentar o desenvolvimento e o aprimoramento colaborativo, valorizando o capital humano com mentes inovadoras para revolucionar as cadeias da carne bovina e do leite", afirma Camila Ferraz, gerente de marketing da Phibro na América do Sul.
Os dez semifinalistas passarão por curadoria especial e gratuita, conduzida por Mauricio Palma Nogueira, da consultoria Athenagro, que durará até 10 de outubro. Na semana seguinte, o comitê técnico – que também inclui Embrapa Gado de Leite, Notícias do Front e Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes Industrializadas (Abiec), além da Phibro – selecionará os três finalistas. O grande vencedor será escolhido por meio de votação pública no dia 19 de outubro, durante evento em São Paulo.
"A responsabilidade ambiental, social e de governança ganha cada vez mais relevância no agronegócio. São essas mentes inovadoras que revolucionarão a produção de proteínas animais, o bem-estar dos rebanhos, a segurança dos alimentos e o futuro do planeta", afirma o country manager da Phibro Saúde Animal no Brasil, Mauricio Graziani. O 2º Desafio da Pecuária Responsável tem patrocínio de Beckhauser, Friboi, Integral Certificações e Vetoquinol Saúde Animal, além do apoio de cerca de 130 empresas e entidades ligadas ao setor produtivo.
Conheça os 10 semifinalistas do 2º Desafio da Pecuária Responsável:
Ana Luiza Velazquez Schultz (zootecnista, 28 anos, de Santana do Livramento/RS). Projeto: Escola do Campo. Busca desmitificar a pecuária como fonte principal de impactos ambientais negativos, especialmente na geração de gases do efeito estufa. Focado na região Sul, o projeto visa promover estratégias corporativas e educacionais para mitigar carbono e garantir ecossistemas saudáveis, conectando o agro ao mercado de carbono. A iniciativa é apadrinhada pela Aliança Sipa (Sistemas Integrados em Produção Agropecuária).
Antônio Belmiro Rodrigues Campbell Penna (médico, 76 anos, de Ituiutaba/MG). Projeto: Fazenda das Palmeiras. Propõe atuar em todas as frentes das dimensões tecnológicas (como manejo e intensificação de pastagens, nutrição, sanidade, infraestrutura, treinamento e bem-estar) com o objetivo de aumentar o desempenho do sistema de produção. Inclui metas de uso de recursos disponíveis (água e resíduos) e investimentos em geração de energia fotovoltaica. A iniciativa é apadrinhada pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta).
Carolina Coutinho (zootecnista, 35 anos, de Campinas/SP). Projeto: Trace Beef. A plataforma permite a rastreabilidade única e continuada de dados da indústria e total monitoramento, controle e transparência da cadeia de valor de alimentos. Os dados são retirados dos órgãos oficiais, sem interferência, e podem ser facilmente consultados em qualquer dispositivo conectado à internet, antes mesmo da compra, empoderando o consumidor e permitindo que ele tenha a opção de somente adquirir produtos confiáveis. A iniciativa é apadrinhada pela Friboi.
Daiana Betoni Bello de Paula (zootecnista, 35 anos, de Maringá/PR). Projeto: Centro Experimental de Manejo Racional (CEM). O objetivo é contribuir com o treinamento de vaqueiros, produtores e técnicos por meio da difusão do conhecimento. A programação inclui palestras sobre impactos da adoção de boas práticas no manejo racional de bovinos, além de dinâmicas acerca do trabalho realizado pela fazenda de cria, desde a maternidade, passando por creep feeding até o confinamento. A iniciativa é apadrinhada pela Beckhauser.
Diana Oliveira Jank (publicitária, 34 anos, de Descalvado/SP). Projeto: investir no uso e aproveitamento de resíduos da propriedade para maximizar oferta energética, insumos de origem biológica e economizar no uso de combustíveis fósseis. As ações envolvem tratamento de efluentes, fertirrigação e uso de biometano. A ideia é reduzir a poluição, reduzir custos com diesel, melhorar a qualidade do solo, aumentar o desempenho da adubação mineral e intensificar a produtividade e a renda do produtor. A iniciativa é apadrinhada por Agrindus e Letti A².
Emerson Alexandrino (professor, 50 anos, Araguaína/TO). Projeto: metodologia de avaliação de planta forrageira em que o colaborador passa a ser um leitor da morfologia. Isso permite que o profissional faça a leitura e coloque valores em um aplicativo para que esta tecnologia faça recomendações de manejo. Os resultados esperados são ganhos na longevidade das pastagens e melhoria no ganho de peso por cabeça, bem como maior estoque de carbono. A iniciativa é apadrinhada por Sumitomo, Mosaic Fertilizantes, Facholi e Barenbrug.
Jordan Timo Carvalho (engenheiro agrônomo, 53 anos, de Palmas/TO). Projeto: SMGeo Prospec. Possibilita aos pecuaristas verificar passivos ambientais ao adquirir gado, promovendo uma pecuária sustentável que atende às demandas do mercado. Além disso, auxilia os frigoríficos no monitoramento da conformidade de fornecedores diretos e indiretos com critérios socioambientais, contribuindo para uma cadeia de suprimento responsável e transparente. A iniciativa é apadrinhada por Minerva Foods.
Mauricio Silveira Coelho (engenheiro agrônomo, 27 anos, de Passos/MG). Projeto: conjunto de estratégias que, já adotadas na Fazenda Santa Luzia, promovem pecuária intensiva e altamente sustentável. Isso inclui integração de atividades, uso eficiente de resíduos, geração de energia com biodigestores e controle rigoroso do uso da água, com quantificação de carbono. O objetivo é garantir bem-estar animal, sustentabilidade, qualidade de vida para trabalhadores e produtos finais de alta qualidade para consumidores. A iniciativa é apadrinhada por ETCO.
Miguel Rech (administrador, 72 anos, de Nova Monte Verde/MT). Projeto: Fazenda Caruru. O objetivo é intensificar o sistema de cria dobrando a capacidade de lotação de matrizes na mesma área de pasto. As estratégias incluem análise de solo, viabilidade econômica e sustentabilidade. Ambientalmente, busca reformar pastos sem revolvimento, criar corredor ecológico com árvores nativas e melhorias para o bem-estar animal. Resultados esperados incluem ainda maior produtividade r preservação dos recursos naturais. A iniciativa é apadrinhada por Friboi.
Tiago Zanett Albertini (empreendedor, 42 anos, de Piracicaba/SP). Projeto: seleção genômica para a característica lucro na fase de engorda em um rebanho comercial por meio do teste Livestock Profit Tool, que utiliza a DEP (Diferença Esperada na Progênie) genômica. Em parceria com associações e empresas de biotecnologia, visa criar um rebanho lucrativo, produtivo, dócil e sustentável. Prioriza o bem-estar animal, a valorização dos colaboradores e a redução do impacto ambiental, visando uma pecuária mais eficiente, ética e ecológica.
Sobre a Phibro Saúde Animal   
A Phibro Saúde Animal é uma das mais importantes indústrias veterinárias e de nutrição animal do mundo. Criada em 1916, nos Estados Unidos, está presente no Brasil há 25 anos, oferecendo produtos para suínos, aves, bovinos de corte e de leite, peixes e camarões, além de oferecer soluções para a produção de fontes energéticas renováveis. A empresa é uma das pioneiras no agronegócio a divulgar relatório completo de ações sobre responsabilidade ambiental, social e de governança (ESG, na sigla em inglês), dando transparência à sua atuação nesse campo em nível global. Para mais informações, acesse: https://www.phibrosaudeanimal.com/
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!