22/09/2023 às 16h16min - Atualizada em 23/09/2023 às 00h02min

Entenda a neuralgia pós-herpética (NPH), a sequela mais comum em pacientes de herpes zoster (1,2)

A NPH causa dor aguda e por tempo prolongado e pode afetar até as ações mais simples do dia a dia dos indivíduos que sofrem com os sintomas (1,2)

Assessoria GSK
https://www.herpeszosterbr.com.br/
Imagem de wayhomestudio no Freepik


 

O herpes zoster é uma doença reconhecida pela dor.1 Porém, quando esta dor persiste por mais de três meses após o surgimento das erupções cutâneas causadas pela reativação do vírus varicela zoster, pode se tratar de neuralgia pós-herpética (NPH), a sequela mais frequente nos pacientes do herpes zoster. 1,2 A neuralgia pós-herpética é uma complicação grave e prolongada, caracterizada por uma dor aguda nos nervos, que pode persistir por anos, afetando até 30% dos pacientes com a doença. 1,2 

A incidência da neuralgia pós-herpética é bastante variável de acordo com alguns fatores de risco, sendo a idade o principal deles.1,2 As regiões mais acometidas pela NPH são a torácica e cervical, além da face e do pescoço. 3

“A dor da neuralgia pós-herpética ocorre no trajeto dos nervos onde apareceram as erupções cutâneas do herpes zoster e pode ser constante ou intermitente. Os pacientes descrevem a dor como intensa e, até mesmo, incapacitante, que incomoda mesmo ao leve toque do tecido da roupa. A NPH pode diminuir dentro de alguns meses, mas também pode persistir ao longo de anos”, explica o infectologista Jessé Reis Alves (CRM 71991/SP), gerente médico de vacinas da GSK.

Entre os sintomas da neuralgia pós-herpética estão: dor aguda e por tempo prolongado, sensações de choque, queimação e pontadas, formigamento, sensibilidade extrema ao toque ou perda de sensibilidade e coceira. 1-3 O diagnóstico da sequela deve ser realizado por um médico, que vai avaliar a intensidade da dor e o possível impacto no dia a dia do paciente. 

Há prevenção e tratamento contra o herpes zoster, que também evitam o desenvolvimento da neuralgia pós-herpética. 1 O tratamento para a neuralgia  deve ser prescrito por um médico, que irá avaliar o quadro de saúde de cada paciente.

“A qualidade de vida de pacientes com neuralgia pós-herpética pode ficar comprometida, com interferências na rotina e nos relacionamentos, já que a condição pode ser incapacitante. A dor pode persistir por meses ou até mesmo anos. Mas, apesar de ser a longo prazo, o tratamento desta sequela do herpes zoster é efetivo na maioria dos casos”, afirma dr. Jessé.

 

Material destinado ao público em geral. Por favor, consulte o seu médico.

 

Sobre a GSK

A GSK é uma biofarmacêutica multinacional, presente em mais de 80 países, que tem como propósito unir ciência, tecnologia e talento para vencer as doenças e impactar a saúde global. A companhia pesquisa, desenvolve e fabrica vacinas e medicamentos especializados nas áreas de Doenças Infecciosas, HIV, Oncologia e Imunologia/Respiratória. No Brasil, a GSK é líder nas áreas de HIV e Respiratória e uma das empresas líderes em vacinas. Para mais informações, visite GSK.

 

Referências:

  1. CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION. Prevention of herpes zoster: recommendations of the Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP). MMWR, v. 57, RR-5, p. 1-30, 2008.
  2. KAWAI, K.; GEBREMESKEL, B. G.; ACOSTA, C. J. Systematic review of incidence and complications of herpes zoster: Towards a global perspective. BMJ Open, v. 4, n. 6, 2014.
  3. Yawn BP, Saddier P, Wollan PC, St Sauver JL, Kurland MJ, Sy LS. A population-based study of the incidence and complication rates of herpes zoster before zoster vaccine introduction. Mayo Clin Proc. 2007;82(11):1341-9, erratum in Mayo Clin Proc. 2008;83(2):255.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!