28/09/2023 às 20h16min - Atualizada em 29/09/2023 às 00h02min

5 dicas para uma vida longa e saudável

No dia Mundial do Coração saiba quais são as melhores maneiras de priorizar a saúde cardiovascular

Rosangela Andrade
https://inpresspni.com.br/
Divulgação/Herbalife


O Dia Mundial do Coração, celebrado em 29 de setembro, é uma data dedicada a conscientizar sobre a importância de cuidar do órgão mais vital do nosso corpo. Afinal, à medida que envelhecemos, a saúde do coração torna-se uma prioridade cada vez maior e, embora ele seja pequeno em tamanho, é o músculo mais forte do corpo.

Sua função é manter você vivo e saudável, bombeando sangue e oxigênio para seus pulmões e para o restante do corpo a todo momento. As doenças cardiovasculares são algumas das principais causas de morte no mundo. No Brasil, elas afetam cerca de 14 mihões de pessoas e são responsáveis, pelo menos, 400 mil mortes por ano, o que corresponde a 30% de todos os óbitos no país, de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiología (SBC).

Diante dessas estatísticas, é de extrema importância começar a cuidar do coração, especialmente se você tiver mais de 40 anos e deseja ter uma longevidade saudável. Conheça cinco dicas essenciais, apontadas pelo Dr. Kent Bradley, Diretor de Saúde e Nutrição da Herbalife, para manter a saúde do seu órgão vital em dia e iniciar uma jornada em direção a uma vida mais saudável desde já:

1- Conheça seus indicadores de saúde
Agende avaliações médicas regulares para identificar os riscos à saúde do seu coração. Segundo o especialista, por ser silenciosa, a hipertensão requer monitoramento constante, pois pode levar a complicações como os derrames. Para não correr risco, é essencial aferir a pressão arterial regularmente e tratá-la adequadamente a pressão alta quando diagnosticada.

2- Abandone os hábitos ruins
Parar de fumar é a melhor coisa que você pode fazer para proteger seu coração, e a boa notícia é que o risco para o coração diminui consideravelmente quando você decide abandonar esse hábito. O tabagismo danifica as paredes das artérias e causa o acúmulo de gordura (aterosclerose), reduzindo o tamanho delas. Como um sinal de alerta, algumas pessoas podem sentir dor no peito (conhecida como angina), mas a maioria só percebe que suas artérias se estreitaram após um ataque cardíaco ou após um derrame. Portanto, pare com esse hábito prejudicial, dê uma chance aos substitutos de nicotina..

3-Adote uma dieta saudável
Para melhorar a saúde do seu coração, Bradley indica uma dieta rica em frutas frescas, vegetais, proteínas magras e grãos integrais, alimentos que garantem boas doses diárias de vitaminas e minerais para o seu organismo. Além de fontes de gorduras saudáveis, como peixes (salmão, cavala e atum), linhaça, nozes, sementes de abóbora e soja, que são ricos em ácidos graxos ômega 3, nutriente que reduz o risco de doenças cardíacas. “O peixe não só é um excelente substituto às carnes, que contêm alto teor de gorduras saturadas, como também contribui para diminuir os níveis de colesterol e triglicerídeos”, explica Bradely.

4- Mantenha-se ativo
Os benefícios da atividade física diária vão além de perder peso ou ter uma boa aparência. Além de melhorar a saúde geral do corpo, o exercício ajuda os vasos sanguíneos a relaxarem e se expandirem, permitindo que o sangue flua melhor pelas veias e alimente o coração. Isso porque estimula a produção de óxido nítrico, que controla, regula e protege o sistema cardiovascular. Para estimular uma vida ativa, procure fazer pelo menos 30 minutos de atividade física moderada todos os dias. “Se isso for um desafio, tente fazer caminhadas curtas ao longo do seu dia de trabalho, estacione mais longe do escritório ou use uma mesa de trabalho em pé para evitar ficar sentado o dia todo”, sugere Bradley.

5- Gerencie o estresse
Embora não haja uma relação direta, altos níveis de estresse podem ser um risco para a saúde do seu coração. “Pode causar hipertensão, fazer a pessoa comer em excesso, levar a um estilo de vida sedentário ou aumentar o consumo de tabaco”, explica Dr. Kent. Períodos prolongados de estresse também podem resultar em níveis elevados de adrenalina e cortisol, que aumentam o risco de ataques cardíacos. Para o seu bem-estar, reserve um tempo para relaxar e participar de atividades das quais você goste. Pessoas menos estressadas se exercitam mais e comem melhor, e ambas as atividades são essenciais para manter um coração saudável.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!