22/12/2023 às 11h46min - Atualizada em 24/12/2023 às 00h04min

4 dicas para preparar sua empresa para vender mais no fim de ano

Rever o planejamento e identificar planos de melhorias são algumas das orientações que Isabela Blasi, especialista em parcerias estratégicas da Indicium, indica para lojistas

Da redação
ljubaphoto | Crédito: Getty Images


Segundo dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 71% dos brasileiros afirmaram que pretendem gastar mais neste segundo semestre. Após uma Black Friday com receita 14% menor do que a de 2022, de acordo com levantamento divulgado pela Confi.Neotrust, em parceria com a ClearSale, é necessário que os lojistas criem novas estratégias de vendas e estejam preparados para atender as necessidades dos consumidores, que estão mais exigentes. 

Especialista em parcerias estratégicas da empresa de dados Indicium, Isabela Blasi reforça que “O clima natalino, unido a um maior poder de compra por parte dos consumidores, que costumam receber bônus e 13º salário, movimentam a receita de empresas de todos os portes e serviços. É importante que os varejistas usem a data para oferecer uma experiência personalizada para o cliente, oferecer novos produtos e promoções não aplicadas antes. Já as empresas que tiveram um desempenho abaixo do esperado nesta Black Friday, precisam rever suas estratégias que não tiveram sucesso e não repeti-las agora”, finaliza a executiva.  

Confira abaixo algumas dicas da especialista para colocar em prática e fortalecer a venda de produtos e serviços neste fim de ano. 

Planejamento

“Como a sua empresa foi na Black Friday? E como foram as vendas do último fim de ano?”, a executiva instiga os varejistas a responderem com sinceridade antes de definir um objetivo. “Olhar os dados de vendas anteriores oferece um norte para os empreendedores, sejam eles de primeira viagem ou antigos no mundo dos negócios. Para as empresas que superaram expectativas de vendas, elas podem apostar nas estratégias e promoções que deram certo e corrigir o que anteriormente não obteve sucesso. Já para aquelas que estão do lado oposto, é importante ter cautela ao apostar em novos produtos e tendências para o ano seguinte”, afirma Isabela. 

Use IA Generativa 

A Inteligência Artificial Generativa esteve em alta em todos os segmentos, um dos principais exemplos é o Chat GPT, ferramenta desenvolvida pela OpenAI, pode ser utilizada para desenvolver uma previsão de vendas para times que querem agilidade e contam com um orçamento menor nesta época. Existem outras IA´s Generativas, como o Google Bard e AWS, da Amazon. 

A especialista compartilhou um modelo de comando para ser utilizado, inicialmente pelo varejista, que pode expandir para estratégias de conteúdo, ideias para posts em redes sociais e muito mais. 

Pensando em condições de Natal e Ano Novo, crie uma campanha do produto *insira seu produto aqui*. Considerando que o meu público é  *insira faixa etária, costumes e localização*. Meus canais de vendas são *insira seus canais de venda (e-commerce, loja física, ambos…)* e preciso de um desconto irresistível para fidelizar clientes. 

“Colocando os comandos corretos, a empresa pode ter um direcionamento mais assertivo e em pouco tempo, acelerando a execução das tarefas e produção da campanha direcionada pela IA”.

Controle o estoque 

Em datas comemorativas um estoque mal planejado pode ser o vilão dos varejistas, tanto pelo excesso de produtos, que não possuem saída, quanto pela alta demanda e baixo número de produtos disponíveis. “Além de criar estratégias com base no ano anterior, o responsável pelo estoque precisa ter um bom relacionamento com os fornecedores, para conseguir o melhor preço dos produtos que possuem mais saída, sobretudo em épocas sazonais, quanto agilidade para resolver problemas de qualidade reportados por clientes”, explica Isabela. 

Promoções & Ofertas 

Promover uma única oferta durante todo o mês de dezembro pode não ser uma boa estratégia, principalmente se o produto em promoção não for do interesse dos consumidores. “Para cada etapa do mês o departamento de marketing precisa criar uma campanha diferente, usando gatilhos que vão desde escassez até urgência pela compra, conforme se aproxima do dia de Natal e Ano Novo. Porém, é importante que a empresa seja transparente com o consumidor ao realizar campanhas relâmpagos e promoções, não realizando promessas de prazos ou produtos que não estejam disponíveis ou não sejam possíveis de cumprir. Uma ação errada pode gerar  reclamações e redução na confiança do consumidor”, completa.  


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U

Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!