31/01/2024 às 21h17min - Atualizada em 31/01/2024 às 21h17min

Boulos e Marta Lançam Pré-Campanha em Parelheiros com Apoio Estratégico em Tradicional Reduto Eleitoral

Primeiro ato público da chapa na corrida à prefeitura de São Paulo será realizado em Parelheiros, tradicional reduto de Marta, que terá refiliação ao PT assinada por Lula na próxima sexta-feira.

Revista São Roque Publicidade 790x90

O deputado federal Guilherme Boulos (Psol) e a ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy iniciaram sua pré-campanha eleitoral para as eleições municipais deste ano com o primeiro ato público em Parelheiros, no extremo sul da capital. A escolha estratégica desta região, tradicionalmente um reduto eleitoral de Marta, foi decidida durante um almoço na casa de Boulos no último domingo. Enquanto isso, Marta terá sua refiliação ao PT assinada por Lula na sexta-feira.

Guilherme Boulos e Marta Suplicy, pré-candidatos à prefeitura de São Paulo, anunciaram o início de sua pré-campanha com um ato público em Parelheiros, extremo sul da cidade. A decisão de realizar o evento nessa região estratégica foi tomada durante um almoço na residência de Boulos no último domingo, com a presença de Márcio Toledo, Natalia Szermeta e Josué Rocha, coordenador da pré-campanha do Psol.

A região de Parelheiros, conhecida como "Martalândia", é historicamente um reduto eleitoral de Marta Suplicy. Nas eleições de 2016, quando Marta concorreu à prefeitura pelo MDB, ela foi a candidata mais votada na área, superando João Doria (PSDB) e Fernando Haddad (PT), que buscava a reeleição. Políticas sociais implementadas durante o mandato de Marta ainda ecoam na memória dos moradores.

A próxima etapa na agenda de Marta é sua refiliação ao PT, marcada para a sexta-feira, com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A ex-prefeita deve assinar sua ficha de filiação ao partido, marcando seu retorno após quase uma década. A escolha estratégica de Parelheiros e o apoio de figuras proeminentes do PT evidenciam a construção de uma frente ampla para a disputa eleitoral.

No entanto, alguns desafios surgem no horizonte, incluindo questões relacionadas ao apoio passado de Marta ao impeachment de Dilma Rousseff. O prefeito de Araraquara, Edinho Silva, admitiu que Marta errou nessa decisão, mas enfatizou a importância da união para derrotar o bolsonarismo em São Paulo. Boulos também recebe sugestões para ampliar sua abrangência, incluindo acenos à classe média.

Recentemente, o ex-presidente Jair Bolsonaro indicou Ricardo Mello Araújo, ex-comandante da Rota, como vice na chapa liderada por Ricardo Nunes (MDB), candidato à reeleição. A decisão final de Nunes sobre a indicação ainda está pendente.

 

Revista São Roque Publicidade 790x90


Tags »
Notícias Relacionadas »
Quer anunciar e
posicionar melhor
sua marca?
Clique para
divulgar já!🤝
Atendimento
Fale conosco pelo WhatsApp agora!